domingo, 2 de abril de 2017

Sugestões para trabalhar Artes


Exemplo produções:

1- Traçar linha curvas no centro da silhueta


 Modelos:






 

 2- Sensibilidade, Criação e imaginação 
Proposta com traços, linhas fazer o ovo se transformar em um bonec



Obter alguns efeitos gráficos agradáveis


 Modelo para impressão:



3- Tema: Cores do outono
Com os dedos
polegar e indicador rasgar o papel em pedacinhos e colar


4- Pintura de sopro
Contar a história "O quadro mais bonito do mundo" 



"O Quadro mais Bonito do Mundo"

É uma recriação da vida artística de Joan Miro, através de uma viagem imaginária que o pintor realiza em busca de cinco manchas de tinta que fogem de seu estúdio. Miquel Obiols escreve um texto de tom surrealista e com grande carga poética, cheio de imaginação, fazendo uma linda metáfora da arte de Joan Miró. E, ao brincar com o impacto das cores, o ilustrador Roger Olmos presta uma divertida homenagem ao pintor catalão. A linguagem plástica e a literária se unem nesta belíssima obra, criando um livro mágico que vai agradar a crianças e adultos. 
Após a leitura do livro, falar sobre a vida de Joan Miró.
Através da pintura de sopro  e com as 5 manchas de tinta de Miró propor as crianças também a fazer os quadros mais bonitos do mundo.
 O que sairá da criatividade da turminha?


 Arte, certamente!

O quadro mais bonito do mundo



Título: O quadro mais bonito do mundo
Autor: Miquel Obiols
Ilustrador: Roger Oemos
Editora: Kalandraca
História:
Miró andava à caça de cinco manchas coloridas selvagens no seu estúdio.
Então bateu com o chicote e elas ficaram com outras formas. Chicotou outra vez e as manchas dançaram a dança da gelatina.
Entretanto Miró foi almoçar e as cinco cores aproveitaram para fugir: passaram pelo jardim e foram até ao cais e embarcaram num barco, deixando marcas coloridas.
Miró descobriu. Vestiu-se à marinheiro e seguiu-as até Barcelona onde pintaram tudo o que encontravam à sua volta, até as pessoas. 
Quando Miró desembarcou havia uma multidão à sua espera e, então, ele explicou que estava numa fase de criação, e todos perceberam.
Aí Miró vestiu um fato de recuperar manchas. Entrou num helicóptero e quando as cores chegaram ao ponto de vista de Miró, então raptou-as. 
Colocou-as no seu estojo de pintura pendurado pelo helicóptero.
Finalmente, chegou a casa, vestiu-se à poeta, e sonhou que tinha pintado o quadro mais bonito do mundo com aquelas cinco manchas, coloridas, selvagens.




Nenhum comentário:

Postar um comentário